quinta-feira, março 8

Mentirosos


Como se previa, ao contrário do que diziam os apoiantes do "sim", este referendo nada teve a ver com a despenalização do aborto mas sim com uma verdadeira liberalização.
Não era preciso ser a troiana Cassandra para perceber isso.
Pena é que muitos foram os que votaram sim na legítima esperança que a nova lei iria melhorar a vida da mulher como iria também diminuir o número de abortos realizado (graças às promessas feitas por muitos que a mulher teria um aconselhamento, mostrando-lhe as várias possibilidades de modo a que esta não realizasse o aborto).
Mais uma vitória do Bloco de Esquerda e os seus acólitos na sua demanda para destruir o nosso país, família e cultura em nome da sociedade onde os direitos imperam e os deveres não existem. Pena que o PS tenha ido atrás da conversa.
"A lei prevê que se informe a mulher dos apoios do Estado caso leve adiante a gravidez."
Mais uma vez, chamam-nos burros à descarada.
Só não vê que não quer.
Então digam-me lá quais o apoios do Estado? Zero vírgula zero!
A lei alemã (que era o modelo na noite do referendo) foi para o caixote do lixo, assim como vão todos os fetos quando explicarem à mulher que do Estado a única coisa que pode esperar é um aborto gratuito! Sinceramente, a treta toda de que o aborto deve ser evitado e que se deve usar só em último recurso não passou de isso mesmo...treta!
O próximo passo dessa cambada vai ser a abertura de clínicas privadas, pagas com os nossos impostos, a "defender as mulheres e o seu direito de opção".



Parturiunt montes, nascetur ridiculus mus.....



Até á próxima.........



(as foto-montagens do Joaquim Mendes não são usadas neste blog com sentido depreciativo e o nome Bode Ranhoso é do autor deste blog,peço-vos que não o associem ao Sr Joaquim Mendes pois tenho o maior respeito por ele, sobre as fotos-montagens não estão relacionadas com os artigos é só uma forma de mostrar a outra face deste mundo)

7 comentários:

  1. S. Viana - PORTOmarço 08, 2007

    Que se podia esperar de um partido e de um Executivo que tem à frente um 1º ministro que tem passado a vida a mentir aos portugueses? Lamento quem votou SIM enganado. Conheço muita gente que o fez. Ou não votou por não concordar com a pergunta. Na dúvida, deviam ter votado NÃO, dizem agora... mas é tarde... "Inês é morta", ou seja, para já muitas mortes de bebés - que se podiam evitar - vão acontecer. Aborto livre abre todas as portas e não é próprio de um país civilizado. É triste! Apelo ao Sr. Presidente da República para que vete a lei, até que seja ajustada àquilo que foi prometido ao eleitorado pelos defensores do SIM!

    ResponderEliminar
  2. Paulo Santosmarço 08, 2007

    A maioria de esquerda leva o país para a hecatombe financeira, politica e demográfica. Seremos um país adiado por gerações, graças a uma esquerda irresponsável, que brinca com as suas utopias de meninos. E não estudam, não reflectem, nem pensam!

    ResponderEliminar
  3. Antonio Duarte - Alemanhamarço 08, 2007

    O argumento era que o Referendo era para Despenalizar. E com isso e apenas por isso ganharam o referendo.
    Aqui está a prova para quem achava que era apenas despenalizar, que a verdadeira intensão era LIBERALIZAR sem qualquer tipo se decoro.

    ResponderEliminar
  4. Cabeçudosmarço 08, 2007

    O Lado Sinistro da História é que apesar de estarem sempre a levar na MONA ! Os portugas Votam

    ResponderEliminar
  5. Rui Rebelomarço 09, 2007

    Mais uma promessa não cumprida: a de se adoptar "as boas práticas"! Em Portugal vão para o lixo!

    ResponderEliminar
  6. A. Rocha - Vagosmarço 09, 2007

    Esta é uma lei vergonhosa dos que nasceram contra os que não nasceram. Sem julgamento, sem advogado de defesa, apenas da pura arbitrariedade de outrem. Um retrocesso civilizacional. Levamos a guerra às nossas fontes mais uma mensagem de desresponsabilização. É uma lei arrogante, meramente política, patrocinada por uma Esquerda-Nazi que faliu em toda linha, arruinou povos inteiros (vemos entre nós cada vez mais gente que vem de lá sem nada à procura do que nunca tiveram) e parte da Europa, encarcerou milhões de pessoas por motivos de consciência em Gulags e campos de concentração. Esta democracia de pacotilha: dá-lhes guarida e aceita-os como partidos democráticos. Bela prenda as mulheres tiveram neste dia. Ficam mais pressionáveis, vítimas de patrões sem escrúpulos e conselhos de amigos de Peniche. Entretanto continuam exploradas em bares de alterne e casas de prostituição gradeadas. Os que vão morrer te saúdam, Sócrates.

    ResponderEliminar
  7. Cuidado com as leis que este governo aprova, é apanagio destes governantes anunciarem uma coisa, para não levatarem grande contestação até a data da aprovação, mais tarde o cidadão vem a constatar que afinal a lei entretanto aprovada tem objectivos diferentes, que surgem sempre no sentido de tramar o cidadão. Mal empregado tempo que perdi para lhes ir dar o meu voto!

    ResponderEliminar

Deixe aqui a sua marrada.
O Bode Ranhoso agradece a sua Chifrada.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...