terça-feira, abril 24

25 de Abril


O povo esqueceu, quem realmente ordena, tão pouco tempo passou, de séculos de história, e o povo esqueceu, ninguém sabe o que era o Tarrafal, ninguém sabe que a PIDE era o nosso vizinho, o nosso professor, o padre, ninguém sabe o porquê da guerra do ultramar, ninguém sabe quantos pagaram com a vida e fundamentalmente o que é a ausência de liberdade... mas posso explicar-vos, o porquê deste esquecimento, revoluções não se fazem com cravos, revoluções fazem-se com chumbo, sangue e morte, só quando o sangue escorre e a morte sai á rua, o ser humano mesquinho se lembra, só nós, povo medroso, optou pelos cravos.....
Esqueçam conquistas e descobrimentos de povo corajoso, estamos falidos de orgulho, confiança, honra e emoções.
Os cravos continuam a ser CRAVOS, só que agora, são de ferro!

Verum velle, parum est....

Até á próxima.........

(as foto-montagens do Joaquim Mendes não são usadas neste blog com sentido depreciativo e o nome Bode Ranhoso é do autor deste blog,peço-vos que não o associem ao Sr Joaquim Mendes pois tenho o maior respeito por ele, sobre as fotosmontagens não estão relacionadas com os artigos, são só devaneios do Autor)

16 comentários:

  1. "Não me obriguem a vir para a rua gritar" que o dia da Liberdade foi obra do movimento dos capitães comunistas das Forças Armadas e não dos médicos, dos professores ou dos padeiros ou do povo em geral. E de ditaduras já nós estamos fartos...

    ResponderEliminar
  2. Nacionalistaabril 25, 2007

    VIVA SALAZAR !

    HOJE e SEMPRE: um HOMEM HONESTO e não um Político Corrupto, como estes que conduziram Portugal ao lugar de membro mais POBRE da UE.

    Nem os FUNDOS COMUNITÁRIOS escaparam, canalizados sem controlo para as empresas dos AMIGOS!

    HOJE Portugal é o que se vê: DESEMPREGO, IMPOSTOS, CRIMINALIDADE E CORRUPÇÃO GOVERNATIVA!

    Hoje a Liberdade dos Portugueses reduz-se a ter DUAS opções:
    Estar calado
    Falar... e quem Governa nem ligar para o Povo diz!

    VIVA PORTUGAL!
    CASTIGO PARA O TRAIDORES!

    ResponderEliminar
  3. Julio Silvaabril 25, 2007

    Vivi de uma forma intensa o 25 de Abril, pois era militar - Oficial Miliciano - e fiz parte dos que tomaram o Comando Geral da Legião Portuguesa.
    Saí de Mafra com intenção de devolver a Liberdade que á decadas nos era sonegada.
    Conseguimos Graças a Deus devolver a LIBERDADE.
    No entanto acho que com o decorrer dos tempos tudo se foi alterando e o caciquismo foi-se implantando e agora é o que se vê.
    Onde estão os Homens, as Mulheres para nos governarem com sentido patriótico?? Porque será que todos vão com boas intenções mas, que rápidamente alteram as suas condutas ???
    Não há duvida que o dinheiro trabalha as nossas mentes, fazem -nos a cabeça e torna permissivel e imprevisivel quem nos governa.
    Antes do 25 de Abril tinhamos um TARRAFAL, uma TRAFARIA..... que era bem preciso para alguns começarem a pensar de uma forma séria e justa.
    FAÇAMOS DESTE PORTUGAL UM PORTUGAL MAIS JUSTO COM OU SEM CRAVOS.

    ResponderEliminar
  4. Ricardo Coelhoabril 25, 2007

    o 25 de abril é igual aos outros dias.
    como nao vivi antes da dita revolução, nao sei como eram as coisas, logo nao posso identificar-me com uma revolução estapafúrdia, que mais nao trouxe que libertinagem, em vez da almejada liberdade.

    nao estou com isto a dizer que antes é que era bom, mas suspeito que em termos cívicos, era concerteza melhor que agora, quanto ao resto?, não faço minima ideia.

    ResponderEliminar
  5. O 25 de Abril tirou-nos de um regime opressivo paternalista e quis colocar-nos numa ditadura do proletariado.
    O 25 de Novembro trouxe-nos Liberdade e a Democracia que o 25 de Abril não soube e não quis oferecer.
    Uma e outra data são indissociáveis e completam-se.
    Festejar apenas uma, é injustiçar a outra.

    ResponderEliminar
  6. Jorge Carameloabril 25, 2007

    claro que não comemoro, porque é que havia de o fazer? quem tem que comemorar são os mais de 100 mil políticos profissionais e autarcas que, com o regime "democrático", comem à mesa do Orçamento. Quer dizer: à nossa pala!!!

    ResponderEliminar
  7. Realmente eu também não me conformo nem me resigno com o que os políticos como Cavaco Silva, Mário Soares e tantos outros, para nomear os mais sonantes, fizeram do Portugal pós-25 Abril! Eles NÃO governaram para o Povo! Eles NÃO governaram para a modernidade de Portugal! Eles NÃO governaram para o progresso e a riqueza do País e, por arrasto, do seu Povo! Eles governaram-se - e de que maneira - bem como aos amigalhaços, aos compadres e mais chegados! Por isso as comemorações do 25 de Abril não me dizem ABSOLUTAMENTE NADA! Não foi por esta situação calamitosa em que Portugal se encontra e o Povo vive, que eu sonhei e tive esperança de uma vida melhor e com dignidade, em Abril de 74! Por isso, em meu entender, tanto se me dá que comemorem ou não com festejos esta data! O 25 de Abril foi aproveitado pela ganância dos oportunistas e profissionais da política para dar mais riqueza e mordomias aos ricos e tirar aos pobres. Qual Robin dos Bosques em versão inversa! Demonstra-o os números do desemprego, da falta de um Serviço de Saúde digno e ao alcance de TODOS, da falta de Habitação, de Educação e de tantos outros serviços ao serviço do Povo Português! Esta gente TEM DE SER RESPONSABILIZADA pelo mal que fizeram a Portugal e ao seu Povo durantes estes 33 anos de pseudo "democracia".

    ResponderEliminar
  8. Augusta Mendesabril 25, 2007

    O 25 de abril foi o maior embuste de todos os tempos em Portugal.
    Apenas servio para assentar na assembleia da Républica uma quadrilha de corruptos e gente sem Honra os ditos (parasitas da sociedade)

    ResponderEliminar
  9. Manuel Limaabril 25, 2007

    Grande Cavaco ,finalmente um pouco de aragem fresca!!!
    Sim porqu eu ainda tive alguma paciencia para ver alguns discursos dos festejos e valha-nos Deus, se for ver as cassetes de ha 10 anos e de ha 15, alguns discursos so mudaram o interlocutor, porque a conversa é exactamente a mesma.Até dá ouras!!!
    E depois há outra coisa que me mete um bocado de confusao, ou eu sou muito burrinho, ou ha qulquer coisa que não bate certo: o discurso de algumas pessoas ate dá a sensação que só agora chegaram e que tudo o que está para trás não foi tambem feito por essas pessoas."É preciso fazer cumprir os idiais de Abril" "É preciso mais justiça social"...bla bla bla. Mas se não há essas coisas todas(e não há mesmo!!!) de quem é a culpa?É nosso tambem que decidimos mal na hora do voto, sim.Mas as hipoteses de escolhas sao muito poucas.São sempre os mesmos, sempre com aquele discurso velho, arcaico e enfadonho!!!
    Chega de festejos e de cravos na lapela, o que é preciso é trabalhar em prol de todos e isso é que é a democracia.Essa que devia de ser a verdadeira Revolução!

    ResponderEliminar
  10. A Linda Obra que todos os Desgovernos e o seu inclusivé...fizeram à incultura da juventude que demagógicamente agora apela...

    Porque como diria De La Palice...tem de se andar em frente...MESMO COM AS BODEGAS QUE tÊEM VINDO A FAZER DESDE HÁ 33 ANOS.

    É QUE ESTE POVO ...PASSADOS 33 ANOS...AINDA NÃO TEM A CAPACIDADE DE VER... QUE CONVOSCO NÃO FORAM...NEM NUNCA IRÃO A LADO NENHUM

    ResponderEliminar
  11. TRABALHO porque tambem preciso de comida na mesa amanha.

    ResponderEliminar
  12. 32 anos depois e ainda ha tanto preconceito, tanto olhar "de-alto-a-baixo", tanta ignorância, tanta falcatrua na politica de um país que ja foi rei...
    ONDE ESTA O LIVRE-ARBITRIO E A LIBERDADE PELA QUAL LUTARAM OS MEUS PAIS?

    Debaixo dumaaaa azinheira, que ja neeem sabia a idadeee jurei.te ter.te companheiraaaa...
    25 DE ABRIL SEMPRE!

    ResponderEliminar
  13. Não há saída. bem podemos protestar, mas não dá nada. Por outro lado o Ex.mo Senhor Silva digníssimo Presidente assina tudo o que vem do Governo. Mas depois não é responsável pelas consequências. Acreditar em quê?.
    Deve estar a brincar o Ex.mo Senhor Silva.

    ResponderEliminar
  14. Vieira Gomesabril 26, 2007

    À excepção daqueles que estão bem instaladas na actual sociedade portuguesa ? políticos ou não ?, é fatal a comparação com a ditadura. Até Champalimaud desabafou, consegui em democracia o que nunca obtive com Salazar? Quando há cada vez mais pobres e mais ricos ? sendo abismal o fosso entre eles ? situação impossível no Estado Novo. Também era impensável qualquer falência: nem se atreviam a fazê-lo. A norma era o respeito pelos horários de trabalho e o pagamento das horas de trabalho extraordinário. Naquela época difícil, ninguém se lembrou do uso de cartões, para controlo das idas dos trabalhadores ao WC. Só não reconhece, isto quem não quer e por demagogia. Ramiro Valadão da RTP e Henrique Tenreiro das pescas ao pé desta gente de agora?

    ResponderEliminar
  15. Eduardo Graçaabril 26, 2007

    caro Bode h
    oje hà Liberdade,de espressao e de Imigrar, os Pobres imigram, os ricos e os Politicos ficam e grande parte dos retornados retornaram a imigrar essa è a Grande Liberdade, Portugal mais pequeno e mais distante enquanto nao haver as mesmas e iguais condiçoes sociais e Politicas, Portugal è preciso mais Revolçoes haja com o vervo de haver mais trabalho e menos politices,os politicos que se jutem e trabalhem mais pro POVO BEM HAJA;;;;;;;

    ResponderEliminar

Deixe aqui a sua marrada.
O Bode Ranhoso agradece a sua Chifrada.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...