quinta-feira, junho 21

Facilitismo Reinante


Vai-se à Escola para aprender. Actualmente vai-se à Escola mas não se aprende.
1º Para se aprender é preciso querer e haver quem saiba ensinar.
2º É absolutamente necessário provar que se aprendeu.
3º A ausência destas simples regras leva a criar uma infinidade de “formados fraudulentos” porque dispõem de um documento que atesta um saber que não possuem.
4º O ensino e a educação começam em Casa, na escola são completados com a instrução Básica e específica.
5º Os fracassos escolares constatados são uma parte por culpa dos paizinhos, e outra parte das facilidades administrativas que promovem o facilitismo.
Está claro que o ministério quer que os resultados dos alunos sejam melhores do que no anterior governo, por isso há que facilitar, para depois vir com aquele discurso de que as medidas tomadas pelo governo estão a resultar, como se fossemos todos estúpidos e não soubéssemos que na Educação os progressos são lentos, pois envolvem mudanças de mentalidades e estas não mudam da noite para o dia.
Acho que a senhora ministra deve começar por perguntar a essas crianças a que horas se deitam, o que bebem, o que fumam o que fazem no fim-de-semana, etc, talvez encontrasse aí a causa de parte do problema.
De qualquer forma não se preocupem com isso rapaziada, mesmo que tenha más notas pode sempre entrar numa privada qualquer, o Sócrates também teve umas equivalências manhosas numa privada, não vale a pena estudar, basta depois tirar um curso numa privada qualquer, estudar para quê?

Vel caeco appareat......

Até á próxima.........


(as foto-montagens do Joaquim Mendes não são usadas neste blog com sentido depreciativo e o nome Bode Ranhoso é do autor deste blog,peço-vos que não o associem ao Sr Joaquim Mendes pois tenho o maior respeito por ele, sobre as fotosmontagens não estão relacionadas com os artigos, são só devaneios do Autor)

9 comentários:

  1. Só posso escrever sobre o que se passou na escola onde lecciono: as professoras titulares das turmas não podiam entrar nas salas onde decorriam as provas de aferição e como vigilantes estavam colegas do 2.º e 3.º ciclos que vieram da sede do agrupamento. As professoras dos outros anos de escolaridade estiveram a dar aulas aos seus alunos.

    ResponderEliminar
  2. Para quando começar a pensar em "exigir" trabalho da parte dos alunos? É que actualmente só os pais responsáveis e com perspectivas de futuro para os seus filhos assumem esta atitude!Os outros querem lá saber, desde que os putos não os chateiem!

    ResponderEliminar
  3. Luiza - Lisboajunho 22, 2007

    Tenho alunos oriundos de países europeus que me dizem que na terra deles não abriam a boca. Aqui o professor não se consegue fazer ouvir.

    ResponderEliminar
  4. Se bem entendi, andamos para trás : a ministra vai implementar as medidas do 3º ciclo ao 2º e para o ano vai implementar no 1º ciclo... a estratégia não deveria ser ao contrário? Do 1º para o 3º ? Considero que a indisciplina do 2º ciclo é um factor determinante para os maus resultados, juntamente com a indiferença dos pais em relação ao percurso escolar dos filhos. (Muitos deles são e sofrem de iliteracia profunda.) Quem me dera que portugal fosse realmente um país de doutores!

    ResponderEliminar
  5. Viana do castelo-JUjunho 22, 2007

    Como é possível que a prova do nono ano seja habitulamento ao nível dos conteúdos gramaticais mais dificil que a do décimo segundo ano? Quando é que o ensino é pensado de uma forma coerente, gradual e integrada e se percebe desde logo o que se pretende? Assim não me parece que as coisas melhorem realmente...

    ResponderEliminar
  6. Mais uma mancha no curriculo da ministra mais odiada desde a implantação da República. O grupo de trabalho de Física e Química já vai no segundo erro. Sim sr, parabéns pela inabilidade demonstrada. E agora sra ministra?

    ResponderEliminar
  7. os alunos, nos dias de hoje, vão na sua maioria pela lei do menor esforço e, por isso, não querem saber destas provas para nada.
    para acabar com o insucesso escolar tem de se começar a exigir trabalho com rigor logo a partir do 1º ano do básico e não andar-se a facilitar como tem acontecido até agora. Se não se alterar a política actual isto nunca será diferente.

    ResponderEliminar
  8. ... Só é pena estarmos a ser comandados por uma cambada de sapecos que estão no Governo, principalmente aquela "Coisa" que está a comandar o Ministério da Educação que não pesca nada do assunto. E para cumulo... nem exames sabem fazer, e depois vem para a televisão dizer que não são responsaveis pelos exames cheios de erros como é o caso do exame de história... mas não é relevante chmar tigres aos Dragões??? alias, quem deve estar mais chateado com o assunto é o Pinto da Costa....

    ResponderEliminar
  9. Nada a que não estejamos habituados desta cambada, começando com o nosso 1º, a fazer exames em casa e a enviar pelo correio... estou certo que 90% da gente que faz parte do Governo se fizesse um exame de Matemática chumbaria certamente. FICA AQUI O DESAFIO!!!...

    ResponderEliminar

Deixe aqui a sua marrada.
O Bode Ranhoso agradece a sua Chifrada.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...